Aprendendo mais sobre a madeira: Alburno e nós

Nós e alburme

Alburno e nós, um pouco mais sobre a fisiologia da madeira

Alburno

O alburno, ou borne, é a porção viva do xilema ao longo da qual se processa a circulação de água e de nutrientes entre a raiz e a os tecidos ativos da planta.

Sendo células vivas e com funções essencialmente de condução.

Quase sempre o exame do corte de um tronco revela o alburno como uma zona de coloração mais clara rodeando a porção interior de cor mais escura (o cerne).

Em geral a distinção da cor é nítida.

Mas noutras o contraste é ligeiro, de modo que não é sempre fácil dizer onde uma camada acaba e a outra começa.

O borne é formado por madeira comparativamente nova, compreendendo as células vivas da árvore em crescimento.

Toda a madeira é primeiro formada como borne e só depois evolui para cerne.

Na planta viva, as principais funções do borne são conduzir a água da raiz até às folhas.

Armazená-la e devolvê-la de acordo com a estação do ano e as necessidades hídricas da planta.

Quanto mais folhas uma árvore suportar, mais vigoroso é o seu crescimento e maior o volume de borne necessário.

As árvores crescem mais rapidamente em locais arejados e luminosos, livres do ensombramento e da competição de outras árvores.

Pelo que o seu borne é mais espesso, para um dado tamanho, do que, na mesma espécie, quando crescem em floresta densa.

Madeira e suas curiosidades nós e alburme

Nós

Os nós são porções de ramos incluídos no tronco da planta ou ramo principal.

Os ramos originam-se, em regra, a partir do eixo central do caule de uma planta (a medula).

E enquanto vivos, tal como o tronco, aumentam em tamanho com a adição anual de camadas lenhosas.

A porção incluída é irregularmente cônica, com a ponta na medula.

A direção das fibras forma ângulos rectos ou oblíquos a grã do caule, produzindo um cruzamento de grãs.

Durante o desenvolvimento da árvore, a maioria dos ramos, especialmente os mais baixos, morrem, mas continuam presos à árvore por algum tempo, muitas vezes por anos.

As camadas de crescimento posteriores deixam de ser incluídas no ramo, mas são depositados ao redor dele.

Assim os pedaços de inserção dos ramos mortos dão origem aos nós.

Que são apenas o conteúdo de um furo preenchido com material oriundo do troço do ramo incluído, e podem soltar-se facilmente quando a madeira é serrada ou seca.

Para os diferentes fins de uso da madeira, os nós são classificados de acordo com a forma, tamanho, sanidade e firmeza com que estão presos ao caule.

Os nós afetam a resistência da madeira a rachas e quebras, assim como sua maneabilidade e flexibilidade.

Esses defeitos enfraquecem a madeira e afetam diretamente seu valor, principalmente para o uso em estruturas, onde a resistência é importante.

O enfraquecimento ganha sérias proporções quando a madeira é submetida a tração e compressão.

A extensão da diminuição da força de uma viga depende da sua posição, tamanho, número, direção das fibras e condição.

Os nós da face superior em geral são comprimidos, enquanto os da face inferior são tracionados.

Pequenos nós, no entanto, podem estar localizados na zona neutra da viga e aumentar sua resistência ao cisalhamento longitudinal.

 

Aprendendo mais sobre a madeira: Alburno e nós
Avalie esta página