Madeira, aprendendo um pouco sobre ela.

Detalhes de madeira

Entenda agora o motivo de escolher madeira e não outros materiais em sua casa

Mais de mil anos atrás, os chineses já trabalhavam com encaixes geométricos perfeitos entre vigas e pilares de madeira para erguer construções leves e resistentes a terremotos.

Na Escandinávia, toras empilhadas sempre formaram paredes.

Enquanto na Alemanha hoje 20% das residências empregam esse recurso natural.

Embora o Brasil tenha herdado a tradição construtiva portuguesa (alvenaria de tijolos de barro).

A madeira habita nosso imaginário quando o assunto é casa:

Remete à natureza, ao aconchego e ao conforto.

Pergolado de madeira

“Além disso, tem caráter renovável em relação ao tijolo, ao aço e ao cimento, cuja fabricação demanda muita energia e matéria-prima”, opina a arquiteta Érica Ferraz, de São Paulo, estudiosa do tema.

Para acertar na escolha, avalie espécies compatíveis com a aplicação.

Piso, estruturas, paredes, decks, portas, esquadrias

E sempre questione a origem do produto, além de analisar a distância entre o ponto de extração e o de consumo.

“Um carregamento que sai da Amazônia em direção a São Paulo emite, no mínimo, 3 toneladas de CO2 a cada 2 mil Km percorridos”, revela Érica.

Madeira em pergolado

É verdade que madeira verde empena?

Verde é como se chama o material recém-cortado ou serrado, com os poros encharcados.

Nesse estado, ele perde água para o ambiente até atingir um ponto de equilíbrio, variável conforme a espécie e a umidade relativa do ar no local.

A partir desse estágio, a saída de água, comum em dias secos, provoca o empenamento.

Em épocas chuvosas, por outro lado, o material incha.

Para se prevenir dessa movimentação, opte por cedo, mogno ou ipê, que têm boa estabilidade dimensional.

Qual a frequência da manutenção em áreas externas?

Caixilhos e portas expostos às intempéries pedem manutenção anual.

“O tratamento emprega lixa, verniz e pintura, se for o caso”, diz a arquiteta Letícia Ruivo, de São Paulo.

Pisos requerem cuidados a cada nove meses, com lixamento e aplicação de vernizes específicos para uso externo.

FONTE: Arquitetura e Construção

Madeira, aprendendo um pouco sobre ela.
Avalie esta página